Morte e vida, de Evandro Calafange de Andrade



Morte e vida
Evandro Calafange de Andrade

Quando te encontrei
Fiquei encantado com você
Também descobri que seria impossível
Viver uma história de amor contigo.

Você está lá; eu, aqui
Eu sou dia; você, noite
Sou Sol, você a mais bela Lua
Tu és estrela a brilhar no céu
Eu sou vento que vai além
Passo indo embora do teu aconchegante coração
Que bate forte uma intensa paixão.

Se eu sou Morte
Você, vida
Uma paixão arrebatadora
Tão intangível
Que nem a literatura é capaz
De concretizar em páginas,
Versos e prosa o nosso amor.

Mas eu estou aqui
Vou lutar por ti, custe o que custar
Não há abismo que me impeça
Eu lutar por ti em noites de inverno ardente
Ou dia ensolarado e escaldante
Só porque eu sou louco por você,
Meu amor, Amor.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

RESENHA CRÍTICA DO DOCUMENTÁRIO - MILTON SANTOS: POR UMA OUTRA GLOBALIZAÇÃO

Ator Global de "Além do Horizonte" se assumiu mesmo?

O PROTAGONISMO E A PARTICIPAÇÃO INFANTIL NO CONTEXTO ESCOLAR