Eu em teu eu, de Evandro Calafange de Andrade



Eu em teu eu
Evandro Calafange de Andrade

Meu amor,
Olhe nos meus olhos e veja a cor
Sinta o aroma do meu corpo
Todo o meu furor.
Meu amor,
Sinta o toque da minha mão
O som pulsante do meu coração
Todo o forte sentimento por ti
Meu amor,
A noite já baixou
Agora se aconchega em mim a dor
Toda a agonia de saudade de você
Que se foi em vento sobre trilhos
Meu amor, só amor
Eterno amor, meu amor
O dia se apresentou
A dor pela porta passou
Eu estou a tua espera
Aqui em pé olhando pela janela
Amor, amor
Amor meu, amor
Você sou eu em teu eu.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

RESENHA CRÍTICA DO DOCUMENTÁRIO - MILTON SANTOS: POR UMA OUTRA GLOBALIZAÇÃO

Ator Global de "Além do Horizonte" se assumiu mesmo?

O PROTAGONISMO E A PARTICIPAÇÃO INFANTIL NO CONTEXTO ESCOLAR