Ambiente escolar, por Evandro Calafange de Andrade



Evandro Calafange reproduz, de forma bem-humorada, em seus versos a forma de agir de alguns alunos no âmbito escolar nesta era em que os discentes não dão tanta importância para a aprendizagem formal.

Na escola

Evandro Calafange de Andrade



Na escola,

Você diz o que não era para dizer

Você brinca na hora que não era para brincar

Você toca no que não era para tocar

Você ri quando era para gargalhar.



Na escola,

Você não quer aprender

Na escola,

Você é o que não era para ser

Na escola,

Você sempre age como não era para agir.

Na escola,

Você responde na hora de ouvir.



Na escola,

Você não precisa repetir

Talvez só precisava seguir

Você fala mais do que ouvir

Você faz seu amigo chorar

No lugar de sorrir.



Na escola,

Você não quer aprender

Na escola,

Você é o que não era para ser

Na escola,

Você sempre age como não era para agir.

Na escola,

Você responde na hora de ouvir.



Na escola,

Você dorme na hora de socializar

Você “selfa” quando era para compartilhar

Você se senta na hora de se levantar

Você produz quando era para oralizar

Você faz silêncio na hora de cantar.



Na escola, só na escola

Na escola, tá na escola

Na escola, na escola.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

RESENHA CRÍTICA DO DOCUMENTÁRIO - MILTON SANTOS: POR UMA OUTRA GLOBALIZAÇÃO

Ator Global de "Além do Horizonte" se assumiu mesmo?

O PROTAGONISMO E A PARTICIPAÇÃO INFANTIL NO CONTEXTO ESCOLAR