Marina Silva com uma nova política?


Em período eleitoral é comum ouvi promessas e mais promessas, que são palavras apenas. Mas constatar um candidato mencionar uma proposta de trazer para o Brasil uma nova política, uma forma diferente de governar, até dar pra acreditar. No entanto os fatos e ações denunciam que tudo não passa de uma mesmice política.

A candidata à presidência da República, Marina Silva, afirma isto. Porém constatamos uma velha politicagem. A forma um tanto agressiva em falar dos outros candidatos, o que se viu no debate e em seus programas eleitorais; a forma que respondeu a pergunta de William Bonner do JN nesta noite de quarta-feira, 27 de agosto, sobre o caso da venda e compra do avião, o qual vitimou Eduardo Campo em um acidente aéreo, utilizando laranjas.

Será que o discurso utilizado por ela, ao responder, não já fora ouvido na boca de outros candidatos, de outros políticos sobre corrupção, ou sobre os escândalos de governos anteriores?

O que se ver é que tudo é igual, só muda o "pacote". Mas o que mais me chamou atenção durante a entrevista aos repórteres Globais, foi o fato da candidata não ser "benquista" pelos seus conterrâneos acrianos, já que na eleição passada ela obteve o 3º lugar dos votos válidos no Estado.

Por que será, hein? É para criar uma pulga atrás da orelha. Será que o ditado popular, bem aplicado pela jornalista Patrícia Poeta durante a sabatina, "Quem não te conhece, que vote em você, Marina Silva", é algo que devemos pensar e pensar e chegarmos a uma conclusão, após argumentar, contra-argumentar e questionarmos, levantarmos hipóteses sobre o assunto, e só assim chegarmos a um veredito para melhor votarmos?

Pense nisto!

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

RESENHA CRÍTICA DO DOCUMENTÁRIO - MILTON SANTOS: POR UMA OUTRA GLOBALIZAÇÃO

Ator Global de "Além do Horizonte" se assumiu mesmo?

A nova safra de cantores sertanejos