A linguagem de Maria, de Evandhro Calafange de Andrade


A LINGUAGEM DA MARIA

Maria acorda às 6h30 da manhã, todos os dias. Antes mesmo de escovar os dentes, ela liga o computador e começa a tweetar. Era um tweet para lá, um tweet para cá. Era um tal de “vc” e “pq” e finaliza dando um “já fui”, “tô chegando”; então, “blz”. Ou seja, ela tem como hábito linguístico o internetês.
Lá vai ela para a escola, sem se desconectar um segundo se quer; agora, ela tem nas mãos um tablet com wi-fi. E de repente, ao chegar à sala de aula, na aula de português, ela se depara com uma linguagem totalmente adversa da sua. O professor João de Jesus Lopes Mendonça de Sá é um senhor que já viveu muito, só de vida profissional já tem uns 25 anos de carreira acadêmica. Então, lá vai ele falando, expondo suas ideias:
      ― Hoje, nós vamos estudar os tipos de variedades linguísticas. Diz o professor levantando-se da cadeira e caminhando até a lousa.
Ao término de sua exposição oracional, ele solta:
         ― Vocês, agora, iram elaborar um texto em uma lauda.
O que deixa os moleques ávidos. Maria levanta-se e grita:
        ― Escrever em quê? Em uma folha? Em um papel? É isso mesmo profe? Interroga-o a aluna espevitada.
João, sem expressar nenhuma emoção, reafirma que quer que eles produzam um texto em uma lauda, apenas. Podendo ser um testículo, uma nota ou um parágrafo único. Foi, simplesmente, a deixa para a galera cair na gaiatice generalizada.
Era um quiquiqui daqui, um quiquiqui de lá. A palavra “estranha” ou, para eles, uma palavra “pejorativa” caiu nas graças da moçada. Mas, logo bate o sinal e todos saem esbaforidos. Enquanto que João incrédulo com a situação, volta-se para a mesa e busca os seus livros para em seguida, também, sair da sala de aula e se caminhar a dos professores. Afinal, era o horário do intervalo, do recreio para muitos.

Natal, 02 de julho de 2012.


Evandhro Calafange de Andrade
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

RESENHA CRÍTICA DO DOCUMENTÁRIO - MILTON SANTOS: POR UMA OUTRA GLOBALIZAÇÃO

Ator Global de "Além do Horizonte" se assumiu mesmo?

A nova safra de cantores sertanejos